sexta-feira, 1 de julho de 2011

Limpeza


Por ordem do gabinete do Senhor Ex Primeiro-ministro um grupo de funcionários do CEGER (entidade responsável pela gestão da rede informática do governo) entrou no Ministério das Finanças e da Economia e “limpou” tudo o que havia nos computadores dos funcionários, alguns dias antes da tomada de posse do novo governo.

Dos funcionários?! Pessoas que na minha ignorância pensava serem agentes do Estado.

Que limpem os computadores dos titulares de cargos políticos ainda posso compreender. Podem lá estar dados pessoais, anotações com forte conotação político-partidária ou contactos de... Ok, Ok, até pode ser compreensível.

No entanto, limpar tudo a todos?! São funcionários do Estado pagos por nós. Não estão nesses lugares por escolha partidária (pelo menos não deveriam).

Um dos funcionários dizia ao jornal i, e passo a citar "foi como começar de novo, apesar de já trabalhar aqui há anos e de ir continuar a trabalhar aqui".

Com a breca. Entendi mal ou provavelmente este senhor já lá estava quando esses Senhores chegaram e pelos vistos nessa altura ninguém apagou nada!

Mais à frente o mesmo jornal noticiava que “Os emails profissionais dos funcionários estão armazenados na RiNG, que foi esvaziada de informação”.

Sim senhor…

A lição a reter é a seguinte: os Ministros quando ocupam a cadeira e tornam-se automaticamente patrões de todos os funcionários à sua volta. É tudo deles… só que pago por nós.

Compreendeu?! Não?!!!!!!!!!

Temos pena…  

Sem comentários:

Enviar um comentário