sexta-feira, 1 de julho de 2011

O PS na discussão do Programa de Governo



Os senhores deputados do PS, falam como se estivessem emigrados nos últimos anos.

Um diz-se desiludido e o outro chocado. Estes são os adjectivos utilizados pelos dois candidatos à liderança do Partido Socialista para qualificar as medidas agora propostas pelo novo executivo.

Os socialistas vão opor-se a tudo o que não conste no acordo com a TROICA. Medidas essas, reconhecidas, validadas e assinado por eles. Isso é egocentrismo político.

Sempre presentearam o “ex” secretário-geral e Primeiro-ministro com um apoio cego mesmo quando mentia descaradamente e anunciava em 2009 que já tínhamos saído da crise. Apoiaram-no quando anunciou como único e último o PEC 1. Depois vieram as medidas previstas no PEC 2, o OGE, o PEC 4, … e eram sempre as últimas. Apoiaram-no sempre, mesmo quando ele fazia o número de retirar o coelho da cartola.

No Largo do Rato, dava-se o amém a tudo! Parecia que o Senhor Eng.º José Sócrates tinha sido investido do poder e sabedoria Divina.

Agora, na oposição, menos de um mês depois de saírem do poder, já nada mais importa senão salvar o coiro político. Para eles, iluminados, só as medidas por eles subscritas com a Troica é que são forçosas, imprescindíveis e necessárias para salvar Portugal. Tudo o resto, é uma idiotice da coligação PSD / CDS PP.

A mesma insolência, a mesma impertinência, a mesma prepotência a que nos foram habituando ao longo dos últimos 6 anos.

São os detentores da sapiência, todos os outros, uma cambada de idiotas. Uns inaptos. Uns incapazes. E isto, meus caros, não pode ser justificado pelo jogo político.

Independentemente de não gostar das medidas anunciadas ontem e hoje, suporto ainda menos a arrogância destes Socialistas.

Ainda não se aperceberam que foi graças a vocês que o PS perdeu as eleições?!

Se estivesse no vosso lugar, pedia licença para ir fazer xixi e saía de fininho… 

Sem comentários:

Enviar um comentário